Confira detalhes da passagem da gari mais famosa do Brasil por um dos hotéis da Rede Mirador.

A funcionária da companhia de limpeza urbana do Rio de Janeiro (Comlurb) Rita Mattos é a capa da edição da Playboy deste mês. A carioca ficou famosa das redes sociais, onde ganhou o apelido de Gari Gata por conta de sua beleza estonteante – um dos passatempos favoritos da morena é posar para fotos. “Sempre gostei de ser fotografada, acho que deve ter servido como estágio para o ensaio”, confessa.

O ensaio foi clicado em locais famosos no Rio: Joatinga, Leme, Santa Teresa e Botafogo.
O Hotel Majestic teve a honra de hospedar Ritta Mattos e a equipe da revista durante o período da produção fotográfica, e ainda cedeu as dependências do hotel para algumas fotos.

Equipe da revista Playboy e Rita Mattos no Hotel Majestic

Equipe playboy no Hotel Majestic

O gerente do Majestic, Rogerio Cura, fala sobre o acontecimento, “Nos dá orgulho em saber que nós tivemos uma pequena participação deste grande trabalho. O resultado ficou excelente! Na realidade nós é quem devemos agradecer por tudo. A simpatia de toda equipe nos conquistou.”

Rogerio Cura e Rita Mattos – a Gari Gata

Rogerio e Rita Mattos

Capa da revista Playboy de setembro, fotografada no Hotel Majestic

PB484_CAPA GARI_ASS_BAIXA

Com a proximidade do festival, a ansiedade só aumenta! Prepare-se com as dicas abaixo e curta esse mega evento sem dor de cabeça.

Como chegar:
Além dos bloqueios do trânsito nas proximidades do evento, não há estacionamento no local, portanto não é recomendável ir de carro. A prefeitura criou uma linha expressa do BRT partindo da Alvorada para uma estação temporária montada em frente à Cidade do Rock, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno. Além desta opção, o público poderá chegar pelos ônibus Primeira Classe ou pelas linhas regulares que deixam próximos ao evento.

Integração com BRT
O embarque será feito no terminal Alvorada, onde já será paga a tarifa de duas passagens, salvo do público que estiver fazendo baldeação do BRT Transcarioca (que pagará apenas R$3,40 para garantir a volta). Todos receberão uma pulseirinha que dará direito ao embarque na volta do evento, já que na estação da Cidade do Rock não haverá roleta para cobrança. Quem já possui RioCard será descontado em R$6,80. Já o público que quiser pagar em dinheiro, deverá desembolsar R$7,80, sendo R$1 reembolsável na revolução do cartão após o uso. A compra do cartão pode ser feita antecipadamente em qualquer loja RioCard ou no dia, no Terminal. O trajeto da faixa exclusiva de 15 quilômetros deve ser percorrido em 20 minutos. Na ida, entre 14h e 19h, e na volta, entre 0h e 4h, o intervalo entre os ônibus será de 3 minutos.
Atenção: o embarque de pessoas sem a pulseira, que desejem apenas voltar pelo BRT, será feito pela estação Rio 2.

Ônibus regulares
As linhas que já passam pelo local estarão disponíveis, mas podem sofrer alteração no percurso devido às interdições ao trânsito.
- Linhas que circulam na Av. Embaixador Abelardo Bueno
352 (Riocentro – Castelo) e 613 (Del Castilho – Riocentro). As linhas 832A (Colônia – Hospital Sarah) e 931A (Del Castilho – Fundão) só funcionarão até meia-noite.
- Linhas que circulam na Av. Olof Palme e Rua Abrahão Jabour
348 (Riocentro – Castelo), 368 (Riocentro – Castelo) e 954A (Curicica– Recreio). As linhas 959A (Curicica– Recreio), 808A (Colônia– Recreio) só funcionarão até meia-noite.

Ônibus Primeira Classe
Os veículos sairão com hora marcada de 16 pontos espalhados por vários bairros direto para a Cidade do Rock. Na ida, é preciso definir o horário e o local da saída, na volta, os ônibus partem a partir das 22h e até 2h após o término do último show. A passagem de ida e volta custa R$70 e precisa ser comprada com antecedência em um dos dois pontos de venda: Botafogo Praia Shopping ou Shopping Nova América. É permitido comprar até quatro cartões por pessoa por dia de show. Mais informações no site.
Táxi
Para dar uma opção a mais na volta do evento, um ponto especial de táxi será montado na Cidade das Artes, que está interligada ao Terminal Alvorada, onde será feito o desembarque da linha expressa do BRT. Os taxistas estarão autorizados a operar com uma tabela de tarifa pré-fixada pela Prefeitura para os dias do festival. Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, haverá sinalização indicando a localização do ponto além de fiscalização da SMTR.

O que é proibido levar:
Bastão de selfie, latas, capacetes, cadeiras e bancos, objetos cortantes ou perfurantes, objetos pontiagudos, fogos de artifício, guarda-chuva, bebidas em qualquer recipiente, veículos motorizado ou não (skate, bicicleta, triciclos), utensílios para armazenamento (coolers, isopor), objetos de vidro, de plástico (inclusive pote estilo tupperware) e metal (perfumes, cosméticos, inclusive desodorante de qualquer tipo, pasta e escova de dente). Alimentos industrializados lacrados, como biscoitos, torradas e barras de cereal.

O que pode levar:
Sanduíches e frutas acondicionadas em sacos transparentes, do tipo “Zip Lock”. Será considerado um limite de até cinco itens iguais por pessoa para consumo próprio. Capa de chuva, mochilas.

Crianças e adolescentes:
A classificação etária é 15 anos. Significa que crianças e adolescentes mais novos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis legais, que deverão inscrever o menor no Ponto de Informação e permanecer no local do festival enquanto o menor estiver presente. É preciso apresentar um termo de autorização que pode ser encontrado no site. Esta determinação, assim como a classificação etária, está sujeita à alteração nos termos do Alvará a ser expedido pelo Juízo de Direito da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso.

Meia entrada:
Quem tem direito à pagar meia precisa comprovar o benefício na entrada do festival. Confira a lista dos documentos aceitos:
Estudantes: documento de identificação estudantil (carteira de estudante ou comprovante de matrícula) expedido pelo correspondente estabelecimento de ensino e/ou pela associação estudantil e/ou agremiação estudantil a que pertençam, além de um documento de identidade com foto (boleto bancário ou comprovante de mensalidade não serão aceitos);
Idosos (com idade igual ou superior a 60 anos): documento de identidade ou documento com foto que comprove a sua condição.
Menores de 21 anos: documento de identidade ou documento com foto que comprove a sua condição.
Professores da rede pública municipal de ensino do Rio de Janeiro: Número da Carteira funcional expedida pela Secretaria Municipal de Educação do Município do Rio de Janeiro.
Portadores de Necessidades Especiais (PNE): documento de identidade ou documento com foto que comprove a sua condição.
Portadores de Deficiência: documento de identidade ou documento com foto que comprove a sua condição. Acompanhante de portadores de deficiência: documento de identidade.

Fonte: Veja Rio

Rede Mirador está com 90% da equipe já treinada para os Jogos Olímpicos

Faltam onze meses para as Olimpíadas 2016 no Rio de Janeiro, e os compromissos firmados com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) no que diz respeito à qualificação pessoal estão em dia. Não à toa, a Rede Mirador, recebeu do COB, da ABIH/RJ e do SENAC/RJ o selo da categoria Hotel Turístico, após uma extensa vistoria com integrantes das três instituições.

Segundo a secretaria municipal de turismo do Rio de Janeiro, a cidade deve receber em agosto de 2016 o pico de 800 mil visitantes. O gerente do Hotel Mirador Rio, Marco Antônio Rêgo, afirma que 90% da equipe está preparada para o atendimento de excelência nas Olimpíadas, “A Rede Mirador adotou um planejamento de infraestrutura e qualificação em todas as unidades da Rede. Além de todos os hotéis já estarem prontos e reformados, a qualificação foi um dos itens que mais mereceu nossa atenção. Levamos muito a sério o atendimento, por entendermos que esse é o nosso grande diferencial, é literalmente onde saímos na frente. Incluímos cursos e treinamentos de línguas, inclusive com reciclagem e aprimoramento. Os cursos e treinamentos acontecem internamente para otimização do tempo. Hoje 90% dos colaboradores já receberam treinamentos, reconhecidos pelo mercado e certificados. Estaremos com todos os nossos colaboradores treinados até o final deste ano”, confirmou o gerente.

A Rede Mirador vem adotando práticas, desde 2014, que estão em consonância com o Programa Nacional para Qualificação em Turismo, do Ministério do Turismo, lançado neste semestre. As diretrizes de qualificação que definem a educação como eixo essencial das ações, tratando a qualificação como um processo de duas vias. Uma delas é a formação profissional, que inclui cursos e eventos. A segunda é a certificação, que dá ao mercado a garantia de que profissionais e serviços seguem as normas acordadas pelo setor. De acordo com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, “A melhoria na qualidade dos serviços é essencial para aumentar a competitividade do Brasil, além de ser um legado que os grandes eventos esportivos deixam para o país”, fala o ministro.

Mirador-Treinamento1 Mirador-Portaria

No Mirador Rio Hotel os colaboradores recebem treinamentos periódicos, por categorias:
• Segurança alimentar e manipulação de alimentos (Equipe cozinha, garçons e chef) – Bimestral;
• Línguas- inglês básico, reciclagem e avançado (Todas as equipes e chefias)-Em andamento;
• Línguas- Inglês, espanhol e francês (Recepção)- Concluído;
• Atendimento de Qualidade e Liderança (Todas as equipes e chefias)- Bimestral;
• Segurança do trabalho e saúde (Equipe de 20 profissionais) – Semestral.

O Mirador Rio Hotel atende a todas as exigências internacionais para manutenção de categoria de Hotel Turístico 4 estrelas tais como: gerador de energia próprio, cardápio em braile, exigências ligadas à sustentabilidade, itens de higiene disponíveis para hóspedes entre outros.

A chefe da recepção do Mirador Rio Hotel, Sandra Garcia Mayo, 51 anos, falou da satisfação de fazer parte de uma equipe eficiente e elogiada, “Nossa equipe é altamente treinada e harmoniosa, a maioria possui mais de dez anos de trabalho em conjunto. A recepção é o início de tudo, por isso o nosso nível de exigência precisa ser compatível com o de nossos clientes. Vivemos na era da informação. Nossa reputação é avaliada a todo momento, in loco e na internet. Monitoramos todos os comentários e damos o feedback para os nossos clientes e também para os nossos colaboradores”, comentou Sandra.

“O ambiente virtual também faz parte do nosso atendimento de qualidade”, Sandra Maya.

Hotel Mirador Recepcao

O garçom do Mirador Rio Hotel, José Aury Ferreira, 38 anos, falou da satisfação e do aprendizado que levará para toda vida, “O principal é trabalhar com satisfação. Estou muito feliz em aprender uma nova língua. O querer aprender sempre mais é a melhor coisa da vida. Vou levar o que aprendi e estou aprendendo para sempre”, falou José Aury.

“O querer aprender sempre mais é a melhor coisa da vida”, José Aury Ferreira.

Mirador-Garçom2_low

 

Texto: Déborah Sathler  - deborah@multicomunicacao.com.br

Fotos: Julianne Gouveia - juliannegouveia@gmail.com

Dando continuidade na série de reportagens, do quadro “Gente que faz a Rede Mirador”, que homenageia os colaboradores que fazem parte da Rede de hotéis mais carioca do Rio. Os entrevistados desta vez são: Carmem Lúcia Miranda, a telefonista mais antiga e o garçom Manoel de Araújo, o Manoelzinho, que possui 23 anos de casa, ambos colaboradores do Hotel Majestic Rio Palace Hotel. Confiram essas histórias emocionantes de amor à vida e a Rede Mirador.

Carmem Lúcia Miranda: A sensação é de pertencimento

A telefonista Carmem Lúcia Miranda, 53 anos, é pernambucana, mas especificamente do bairro Casa Amarela, no Recife. Veio para o Rio de Janeiro com os pais e seis irmãos, quando tinha 3 anos de idade. Ela contou que chegou no Majestic Rio Palace Hotel em 1992, quando ainda estava em obras, “Quando cheguei aqui,no Majestic,o restaurante nem funcionava ainda. Éramos só eu e um porteiro. Dei e dou meu sangue por este hotel todos os dias, passo mais tempo aqui do que na minha casa. O meu sentimento é de pertencimento a este lugar, e passamos este sentimento para os nossos clientes. O pertencer é mútuo e muito bom”.

“Humanização é tudo”

“Um sim, abre sorrisos e é sempre bem-vindo. O não, bloqueia o atendimento. Estamos sempre prontos para resolver. A frieza do atendimento robotizado aqui não tem vez. Do outro lado a pessoa quer ser verdadeiramente atendida. Aqui somos conhecidos pelo nome, não somos números. E os nossos clientes também. Eles lembram de nós e citam os funcionários pelo nome. Isso nos faz sentir que fizemos a diferença na vida deles. É para isso que trabalhamos. Humanização é tudo”, confirma a telefonista. Carmem falou ainda sobre seu sonho de vida, “Meu sonho é continuar aqui, se a Rede Mirador precisar ainda mais de mim, arregaço às mangas e me apresento. Começaria tudo de novo se fosse preciso”.
“Sou apaixonada pelo que faço. Só sei me doar por inteira, pela metade não vale”, Carmem Araújo.

Hotel Majestic Telefonista

Manoelzinho: No Hotel Majestic a casa é nossa!

Grandes amigos são frutos colecionados nestes 23 anos de profissão, executados brilhantemente pelo garçom do Majestic Rio Palace Hotel, Manoel de Araújo, carinhosamente conhecido como Manoelzinho. Cearense, com 52 anos, Manoelzinho conta um pouco de sua experiência de sucesso, “Fiz o curso no Senac e me qualifico periodicamente. Para mim, atender bem é saber fazer amigos diariamente. Graças a Deus construí centenas deles aqui no hotel. Adoro a minha área, chego às 5 horas da manhã todos os dias e já vou conferir item por item do Buffet no café da manhã. Somos uma equipe de 10 pessoas por turno, e ninguém trabalha sozinho. Tudo é orquestrado para que saia perfeito, e agradar é sempre a nossa missão. Saio feliz daqui depois que acaba meu expediente e percebo que cumpri ela”, diz o bem-humorado Manoelzinho.

“O bom atendimento deveria ser uma regra em todos os estabelecimentos. Aqui garantimos que é”

“A prioridade aqui é atender bem, e o melhor atendimento deve ser sempre, aqui e agora. Para se ter uma ideia os vizinhos do hotel fazem questão de almoçar conosco no restaurante, muitos são cativos. Conseguimos manter este relacionamento de décadas com bom atendimento e o excelente cardápio. Este lugar é nosso, a nossa casa. Com certeza o que faz diferença no meu dia-a-dia são as pessoas que por aqui passam. E para elas o nosso melhor”.

“Eu gosto de repassar tudo que apendi aos novos garçons da casa e repassar experiências da minha longa estrada. Mas quero continuar aprendendo, esse é o barato da vida”, Manoelzinho.

Majestic_Manoel_LOW

O gerente do Majestic Rio Palace Hotel, Rogério Cura Vasques, diz que o maior patrimônio do hotel são as pessoas que nele circulam, “O grande valor são as pessoas, este é o nosso maior patrimônio”. E é por elas e para elas que trabalhamos. Temos muito orgulho da equipe prata da casa do Majestic. O mercado hoteleiro não comporta amadores, precisamos de equipes hiper treinada, e aqui temos. A Rede Mirador valoriza os seus talentos e o resultado é imediato no relacionamento com os nossos clientes”. O gerente fala do programa de ascensão profissional da Rede, “Cada um dá o seu melhor, e valorizamos na prática os nossos colaboradores, ascendendo-os em suas funções, e com o plano de cargos e salários. Além dos treinamentos junto ao Senac que são realizados internamente e externamente”, concluiu o gerente.

Majestic-EquipeFachada2

Texto: Déborah Sathler  - deborah@multicomunicacao.com.br

Fotos: Julianne Gouveia - juliannegouveia@gmail.com